A ansiedade é um preço que pagamos por tamanha liberdade

A ansiedade é a vertigem da liberdade.

Søren Kierkegaard

Vivemos bombardeado de informações que vem de todos os lados com tamanha facilidade, imagens, vídeos, textos, áudios… se queremos saber sobre algo, basta um clique e temos tudo na palma da nossa mão. Nunca foi tão simples ter conhecimento.

A partir disso e de nossa autoconsciência, a ansiedade se faz presente. Pois temos o poder da escolha e temos incontáveis opções. Podemos ser o que quisermos, fazer o que quisermos, basta escolher e seguir a direção, mas diante de tantas possibilidades enlouquecemos, justamente por saber que podemos, temos o poder, gostamos dele, mas temos medo do desconhecido ao qual ele nos leva.

As pessoas até brincam dizendo para tirar o livre arbítrio porque elas não sabem usar, e é justamente isso que gera ansiedade, porque nós só precisamos escolher e seguir, são várias portas e cada porta abre mais portas, são infinitas possibilidades e talvez só de ler isso, você já esteja em uma crise de ansiedade hehe

Isso nos remete ao simbolismo de Adão e Eva, ao comer o fruto proibido do conhecimento, não ficamos cientes só do bem e do mal, mas da liberdade, ter consciência de que cada escolha leva a um caminho desconhecido diferente e são infinidades possíveis e ao termos o poder da escolha, arcamos com as consequências que elas nos impõe.

Então, basicamente, devemos aprender a conviver com a ansiedade, não podemos viver em um mundo fantasioso, onde nada acontece e está sempre tudo perfeito, aí estaríamos estagnados e em desespero, pois o ser humano precisa de desafios.

Diariamente, fazemos várias escolhas que acarretam consequências e precisamos aprender a lidar com isso, estando consciente, estando completamente presente no AGORA para poder tomar as melhores decisões que o momento pede.

A mudança existe, tudo na vida é impermanente e devemos aprender a seguir o fluxo da vida, aceitar as mudanças, estar aberto às possibilidades, fazer escolhas, caminhar com determinação.

Temos autoconsciência para isso, para sabermos para onde ir. Em determinado momento você percorre em uma estrada, planta, colhe os frutos, encerra o ciclo, escolhe outra estrada e continua a jornada.

Precisamos enxergar como uma vantagem, temos a liberdade de escolher! Basta parar, refletir, focar no que realmente se quer e ir tomando decisões apropriadas e resultados vão aparecendo, isso é bacana.

O desafio é aprender a usar a ansiedade da liberdade ao nosso favor. Tenha foco, esteja presente, acalme-se, tome decisões com sabedoria e discernimento, saiba o que é mais apropriado para o seu momento, tenha bem claro o que você quer e o que não quer e VIVA!

Podemos escolher ficarmos parados no mesmo lugar, na estagnação, sem nenhuma novidade por achar que é melhor saber tudo que vai acontecer (o que é ilusão, nunca se sabe na verdade), mesmo não estando mais motivado, caindo no desânimo, dia após dia, se entregando aos braços da depressão, ou…

Abrir a porta que nos leva ao desconhecido, que pode nos gerar ansiedade pelo medo do novo, mas que pode nos presentear com surpresas que jamais imaginaríamos que seria tão bom para o nosso desenvolvimento pessoal e humano.

A ESCOLHA É SUA! VIVA A VIDA!

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queira compartilhar alguma dificuldade sua comigo, estou aberta a ouví-lo por aqui. Sinta-se à vontade em me contatar!

Ressignificando o passado para seguir em frente mais leve

É ocioso pensar sobre o justo o e injusto, o certo e o errado e os feitos passados. O útil é analisar, e se possível extrair uma lição para o futuro.

Gandhi

Aproveitando o clima dos eclipses de julho que influenciam para mudanças e libertações, é um momento propício para mais reflexão e interiorização.

Todos nós chegamos em um momento que, dizemos: chega! Eu não quero mais isso para mim, preciso mudar! É aquela história… quando a dor de permanecer é maior que a dor de mudar, aí resolvemos dar um jeito.

E então, buscamos novas maneiras e começamos a ter atitudes que sejam mais condizentes com nosso estado atual e assim, vamos cultivando novos hábitos. Até aí tudo ótimo, o problema é quando paramos para pensar e ficamos remoendo o passado.

Aí temos um tempinho que dá para refletir e pensamos, ai por que eu fiz isso? Nossa eu sou isso e aquilo (começamos a nos difamar) e condenar nossos erros. Mas feitos, são feitos, não podemos mais mudar. E adianta ficar trazendo de volta toda dor e sofrimento e se condenando toda hora? Definitivamente não. Pelo contrário, vamos trazer de volta a culpa e começar a ter atitudes autodestrutivas para compensá-la.

Então, o que fazer?

Com certeza, o arrependimento é bom. Não é à toa que é conhecido como o passo para a redenção. Apenas através do arrependimento que nos damos conta de que precisamos mudar algo, se não nos arrependermos, está tudo bem e seguimos fazendo as mesmas coisas, não é?

Ok, seguindo a linha de raciocínio, já nos arrependemos e agora temos a chance de fazer melhor. Precisamos fazer as pazes conosco e aceitar que não tínhamos a consciência de agora e acabávamos fazendo as mesmas coisas e cometendo os mesmos erros, pois, ou não nos dávamos conta ou a dor das consequências ainda não havia se feito presente tão fortemente para nos impulsionar a mudar de comportamento.

Perdoe-se pelo que já fez, você não pensava como pensa HOJE, nada vai sair de sua memória, feitos são feitos, mas não precisamos lembrar da dor dos erros, podemos RESSIGNIFICAR, lembrando das lições aprendidas através desses erros.

Enfrente seus erros passados, situações de desconforto e pergunte-se: Quais as atitudes que o levaram à essas situações? Seu modo de pensar, sentir, falar, fazer. O que poderia ser mudado para não se repetir? E, finalmente: O que eu aprendi com isso? O que seria bom continuar fazendo, o que deve ser evitado.

Por exemplo, eu aprendi que a vida tira da gente, o que devemos aprender a ter sozinhos. (Tema para um próximo post).

E você? O que aprendeu com os erros passados?

Tenha em mente, ao lembrar do passado, lembre das lições aprendidas e não da dor dos erros. APRENDA com eles, para não repeti-los. Se você não aprendeu, vai passar por situações parecidas de novo e de novo e de novo…… Essa é a vida. Aprenda a VIVER.

Viver é bom, é como um vídeo-game e vamos passando de fase. Erramos, aprendemos, passamos de fase e outras situações se apresentam para passarmos para as próximas fases. Desafios diários. Encare com entusiasmo e não com desânimo.

Não desista! Persista! Troque o não vale a pena, para vale a pena viver uma vida extraordinária. Tenha metas saudáveis e vá vencendo o que precisa ser vencido, dia a dia, passo a passo, no seu tempo, do seu jeitinho e seja melhor a cada dia e faça pessoas serem melhores a cada dia.

Se isso fizer sentido para você, eu desejo que você consiga olhar para o seu passado sem reviver o sofrimento, mas aprendendo a lição de cada vivência. E através do aprendizado, possa fazer melhor AGORA. AGORA é a HORA!

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!

A importância de deixar ir

É durante as fases de maior adversidade que surgem as grandes oportunidades de se fazer o bem a si mesmo e aos outros.

Dalai Lama

Temos uma tendência ao apego, vamos nos acostumando com as situações e chega um momento, que elas já não nos servem mais, mas temos uma dificuldade imensa de deixá-la e partir em busca de novos horizontes.

Nossa alma clama por novidades, desafios, mas teimamos em continuarmos do mesmo jeito, fazendo as mesmas coisas, mesmo que a dor se torne insuportável e o desespero comece a tomar conta, e a ansiedade bate, a depressão chega, a síndrome do pânico se instala porque seu ser está gritando para abandonar o que já não lhe serve mais.

Nós teimosos, não ouvimos aos chamados, porque temos medo de encarar o novo, pois é desconhecido. Preferimos o que nos é familiar, mesmo sofrendo, sabemos tudo que vai acontecer dia após dia e assim escolhemos o que já estamos acostumados.

Nossa mente tende a poupar energia e nos colocar em piloto automático no que costumamos fazer sempre. Mas quando nossa alma clama e nosso corpo avisa é hora de romper essa barreira, antes que se torne intolerável.

Como bem colocou Freud nos dizendo que: “quando a dor de não estar vivendo for maior que o medo da mudança, a pessoa muda.” Mas realmente precisa passar por tanta dor? Não precisa… Apenas precisamos ver as mudanças como algo que nos trará inúmeras possibilidades e não como algo difícil e tortuoso.

Abra-se para o novo. Aceite que a vida tem ciclos e que uma hora tudo muda, cenário, pessoas, objetos, desapegue, comece a apreciar a beleza do transitório. De como as incertezas da vida nos trazem surpresas incríveis.

Sabe aquela situação que está te incomodando há muito tempo? Tire um tempo, reflexione, escreva sobre ela para organizar os pensamentos e veja no que você pode mudar AGORA. E tome ações para mudar essa situação.

No início, a sua mente vai querer que você volte a programação anterior, mas lembre-se quanta dor te trouxe fazer a mesma coisa até agora e tenha coragem para mudar e seguir em frente. Vá devagar, um passo de cada vez, o importante é ir.

Eu desejo que você consiga sair da situação que te faz mal, abrace a vida, confie no invisível e se abra para as infinitas possibilidades que estão disponíveis esperando por você. E eu…bem, vou fazer o mesmo por aqui. Estamos juntos nessa! Em constante evolução seguimos.

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!

Alguns dias a tristeza se faz presente e tudo bem…

O homem apercebe-se apenas das suas tristezas. Ele lida com a sua felicidade como algo natural.

Fiódor Dostoiévski

Alguns momentos, a tristeza chega e é inevitável, somos humanos e emoções fazem parte da nossa vida. Assim como a alegria, a tristeza existe para nos orientar, costumamos associá-la como algo ruim, mas não, é somente uma emoção, quando ela chega, ela apenas quer dizer: “Ei, pare um pouco e reflita, tem algo que precisa ser ajustado.”

Temos por hábito achar que a tristeza é algo negativo e perdemos o chão quando ela vem, diferente de quando estamos alegres, acreditamos que está tudo bem e seguimos nossa vida normalmente. Mas ambas são necessárias e se apresentarão nos devidos momentos.

Precisamos aprender a lidar com as nossas emoções, de modo que ela não tome conta do nosso ser, que sejamos conscientes o bastante para assimilar o que a emoção está nos dizendo para que possamos tomar decisões com discernimento.

Nossa vida é como um looping, muitas dores que guardamos bem lá no fundo vêm à tona a partir de situações que trazem de volta o mesmo sentimento a fim de serem liberadas.

Por isso a importância de entender o motivo de estar se sentindo triste, o que desencadeou essa tristeza, para que assim a causa seja resolvida e não se repetir.

Parece ser fácil escrevendo assim, mas eu sei que não é, estou escrevendo sobre isso, exatamente porque me encontro em alguns dias tristes, fui exposta a situações que me trouxeram certos sentimentos associadas a emoção de tristeza.

E como eu gosto de escrever, isso é uma terapia para mim e espero que essa minha forma de expressão lhe traga benefícios e você entenda que as emoções fazem parte da nossa vida e apenas precisamos aprender a lidar com elas, aprender a entender o que ela está querendo nos mostrar.

Para encontrar a causa de minha tristeza, costumo escrever, narrar toda a história até chegar a um ponto chave e assim relembro de fatos passados que me levaram ao mesmo sentimento e associo ao fato atual e assim vou desvendando o motivo, pois a mente traz todas as histórias armazenadas de situações de tristeza e você se emaranha e fica mais triste, se não conseguir achar uma forma de externalizar e procurar entender melhor o que está se passando.

Depois, escrevo ações que me ajudam a fazer diferente da próxima vez e meu ânimo já começa a melhorar.

Espero que isso lhe sirva de alguma forma.

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!

Quem você realmente é?

Conhecer a si mesmo é o começo de toda sabedoria.

Aristóteles

myself in the mirror. divinamente.blog

Vivemos na era da informação e tudo está facilmente ao nosso alcance, são milhares de dados recebidos toda hora e nossa mente, sem o devido treinamento, se confunde.

Nós podemos aprender e fazer o que quisermos e de repente, queremos fazer tudo e tudo ao mesmo tempo e BOOM, explodimos de estresse.

Por isso é tão importante saber quem realmente somos e o que realmente nos importa, o essencialismo, minimalismo nesta época é o melhor caminho.

Pode ver que, ficamos visualizando diversos assuntos e imagens e acabamos tendo vontade de ter aquilo ou adquirir aquele conhecimento e habilidade, apenas por querer, porque estamos expostos àquilo.

Acabamos gastando energia demais em coisas que são irrelevantes para a nossa essência e, em consequência, adoecemos, envelhecemos, pois não estamos canalizando nossa energia corretamente.

Agora, eu te pergunto quem é você?

Muitas pessoas respondem: Eu sou fulano, tenho tantos anos, sou formado em tal área, trabalho no lugar tal, estou fazendo especialização em tal coisa.

Ok. Ótimo, mas eu gostaria de saber mais sobre quem você realmente é.

Muitas pessoas simplesmente travam. Até mesmo em entrevistas de emprego, quando o avaliador diz fale um pouco mais sobre você. As pessoas ficam um pouco tensas. Algumas tentam quebrar essa tensão dizendo: “isso não é muito fácil, mas vamos lá”. Raras são as pessoas que têm firmeza em responder essa questão.

Como pode ser tão difícil falar sobre nós mesmos, saber quem somos, o que queremos, objetivo de vida, sonhos a realizar, o legado que queremos deixar, nossos pontos fracos e fortes, estar ciente de nossas sombras e nossas luzes.

Sócrates já dizia: “O maior de todos os mistérios é o homem.”

Não conseguimos nos entender porque temos uma visão distorcida sobre o mundo, vemos o mundo de acordo com as nossas ideias, crenças, experiências. Então a partir de nossa criação e a bagagem que fomos acumulando podemos ser incapazes de ver quem realmente somos e o que queremos da nossa vida.

Você sabe quem você realmente é? Ou foi engolido pela máquina do mundo?

Vamos lembrar daquela criança que tinha vontade de fazer algo e ia lá e fazia, sem se importar com o que os outros iriam pensar, sem ter vergonha, apenas iam. Que tinham alguns interesses e falavam para as pessoas sobre eles, com a certeza de que tudo era possível. Onde está essa criança em você?

E aquele adolescente descobrindo a vida, que o coração palpitava fortemente para ir atrás de seus sonhos, que estava a conhecer sobre desejos, romances e a cada dia era uma novidade. Não se preocupava muito com o dia de amanhã, mas em realizar o hoje. Onde está o adolescente cheio de sonhos?

Sim, nos perdemos… Nos perdemos quando dizem que não é tudo que podemos fazer e acreditamos nisso, nos perdemos quando dizem que não somos bom o suficiente e acreditamos nisso, nos perdemos quando dizem que temos uma vida pré-determinada e acreditamos nisso.

Nós somos SERES ÚNICOS, a Laudi nunca vai conseguir ser você e você nunca vai conseguir ser a Laudi. Podemos ter pontos em comum, parecidos, mas nunca iguais. O jeito que aprendemos, a maneira que fazemos as coisas, a forma como escrevo, como falo, são sempre diferentes, como eu toco o coração das pessoas é diferente do jeito como você toca.

Existem bilhões de pessoas e nenhuma é igual a outra.

Nós podemos ser o que quisermos, só temos que descobrir quem somos de fato. E ir em frente. Não existe realização sem esforço.

Eu vejo muitas pessoas que querem muito ser uma coisa, mas se esforçam para serem outra.

Gente, seria tão mais fácil se canalizássemos energia em atividades semelhantes às de nossos sonhos. E é assim que vamos nos perdendo…

Vamos criar as oportunidades, não vamos nos prender somente ao que está diante dos nossos olhos, mas no crer para ver.

E se não houvesse nada que te limitasse, nem vergonha, nem medo, nem dinheiro, nem tempo, quem você seria?

Agora te pergunto novamente, quem você realmente é?

E eu quero que você me responda, sobre o que você gosta, o que você não gosta, o maior sonho da sua vida, os demais sonhos que acompanham ele, o legado que você quer deixar, seus pontos fortes (aquilo que você tem de melhor), seus pontos fracos (aquilo que você tem a melhorar).

Pare um pouco, por um momento, e procure ouvir as respostas, elas já existem dentro de você, sem as influências externas, apenas você, você mesmo e o silêncio.

Eu desejo que a sua essência se manifeste e você seja você mesmo e faça o que veio fazer neste mundão e expresse seus dons e talentos únicos e seja um ser humano melhor a cada dia e que inspire outros seres a serem melhores a cada dia.

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!

É tudo uma questão de Mentalidade. Mas o que é mentalidade?

És tu, que pela tua livre vontade, podes escolher o teu próprio modelo e a forma de te realizares.

Do Livro Sobre a dignidade do Homem

Olá, queridos! Aqui estou novamente e hoje vamos falar sobre mentalidade.

Antes de começar o blog, pensei em inúmeros nichos para conversarmos, o meu objetivo sempre foi melhorar o estilo de vida das pessoas, então pensei em escrever sobre exercícios físicos, alimentação natural e balanceada, meditação e hábitos saudáveis em geral, mas quando comecei a estudar mais sobre a mente humana e ler alguns livros de filosofia, psicologia, espiritualidade, misticismo, etc, todos chegam a um ponto chave: O nosso Modelo Mental. Pois, depois que isso muda, tudo vai mudando naturalmente. E aí me dei conta de que, realmente primeiro mudei minha mentalidade e depois, fui adquirindo certos hábitos saudáveis. E isso que me levou a me dedicar a saber cada vez mais sobre o assunto e poder passar para todos que quiserem adquirir esse conhecimento.

Então vamos lá. Você sabe o que é mentalidade? Já havia escutado sobre isso antes?

Mentalidade é o mesmo que mindset, ou modelo mental. Mas o que vem a ser isso?

No reino animal é o sistema nervoso que estabelece a comunicação entre o organismo e seu meio e também entre as diversas partes internas desse mesmo organismo.

E é pelo cérebro, o órgão mais importante do sistema nervoso, que percebemos conscientemente estímulos ambientais que nos chegam pelos sentidos sensoriais, os processamos e elaboramos respostas adaptativas.

E o mais interessante: ele trabalha em silêncio – a maior parte de sua atividade ocorre fora de nossa consciência ou controle; percebemos seu produto, mas não seu trabalho.

A nossa mentalidade é construída a partir de ideias, crenças, valores, experiências que temos. Jung concluiu que todo julgamento de um homem é limitado pelo seu tipo de personalidade e que toda maneira de ver é relativa.

Mentalidade é como você interpreta o que chega para você através dos cinco sentidos de acordo com sua bagagem. Logo, eu vejo o mundo diferente de como você vê. Suas prioridades, atenção, compreensão, desejos, motivações são diferentes das minhas. Cada ser humano é único, isso é incrível!

A partir dessa sua percepção do mundo ao seu redor que você toma decisões e enfrenta as situações do cotidiano.

No livro “A Quinta Disciplina” Peter Senge diz que “modelos mentais são imagens, pressupostos e histórias que trazemos em nossas mentes acerca de nós mesmos, outras pessoas, instituições e todo aspecto do mundo […]”

Dado isso, já podemos então entender de o porquê que tudo é uma questão de mentalidade…

Podemos mudar nossa vida, se mudarmos nossa mentalidade.

No livro “A Verdade da Vida” vol 1, Masaharu Taniguchi aborda que “se trilharmos o verdadeiro caminho do progredir, através de uma postura mental, de palavras e de uma expressão fisionômica corretas, todos os problemas da vida, um por um, serão solucionados, pondo fim aos sofrimentos.”

Para ilustrar na prática, durante minhas andanças pude conversar desde moradores da rua até milionários e detectei padrões nessas pessoas.

Por exemplo, se você ouvir histórias de vida de moradores de rua, provavelmente tem algum evento trágico que o levou a chegar onde está, conclui-se que, insconscientemente essa pessoa se sente culpada e procura maneiras autodestrutivas para viver.

Seu modelo mental é baseado na culpa, não se sentem merecedoras de ter algo melhor. Pessoas mais jovens, geralmente são frutos de uma gravidez indesejada e não foram capazes de ‘tomar’ (vide constelações sistêmicas familiares por Bert Hellinger) a vida de seus progenitores, portanto não se sentem dignos de viver e, mais uma vez, o padrão de procurar maneiras autodestrutivas.

Lembrando que é tudo inconsciente. Óbvio que se você perguntar para uma pessoa se ela quer melhorar de vida, ela vai dizer que quer. Mas devido a certos fatos, seu modelo mental se consolidou e ela continua tomando ações no piloto automático.

Pessoas prósperas que tive contato, geralmente tem uma autoconfiança, convicção e fé inabaláveis. Elas simplesmente sabem que seus planos vão dar certo. São capazes de iniciar um projeto totalmente inovador, na maior confiança, pois são focados no resultado, não importa o problema que vier, eles vão resolver.

Eles veem problemas como desafios, oportunidades, se sentem maiores que seus problemas, a mente deles pode resolver qualquer coisa e então, eles vão solucionando as adversidades da vida e passando de fase. Possuem uma mentalidade de crescimento.

Pessoas ricas não fazem o que fazem porque tem dinheiro, elas têm dinheiro porque fazem o que fazem, ou seja devido a sua mentalidade.

Pessoas medianas, têm uma tendência a reclamar, elas adoram focar no problema e acabam deixando de lado a solução, sempre precisam achar um culpado, o governo, a família, o parceiro, a sociedade, mas ela nunca é a responsável.

A sua mentalidade é fixa, ou seja, elas acham que é isso que a vida tem para oferecer para elas e não tem o que fazer… o jeito é gastar energia reclamando, em vez de buscar soluções.

Inconscientemente estão estagnadas, são vítimas, como vítimas das circunstâncias não possuem o poder de mudar e, então resta ficarem paradas no mesmo lugar.

Claro, se perguntarmos se querem de fato uma vida melhor, podem até dizer que sim, mas já vem com uma desculpa a seguir como não tenho dinheiro, não tenho tempo, escolho mal meus relacionamentos.

Já notaram isso, né?

Quando o subconsciente tem que optar entre a lógica e as emoções profundamente enraizadas, as emoções quase sempre vencem, por isso as pessoas vivem a vida que vivem.

Sabem sobre o P>P>S>A = R ( Os Segredos da Mente Milionária)

A sua programação conduz aos seus pensamentos; os seus pensamentos conduzem aos seus sentimentos; os seus sentimentos conduzem às suas ações; as suas ações conduzem aos seus resultados.

Estão satisfeitos com sua mentalidade? Ou tem algo aí te incomodando que precisa ser melhorado? Estão felizes com o que fazem hoje? Ajudam as pessoas ao seu redor a serem melhores e mais felizes? Andam dispostos? Estão saudáveis? Estão prosperando?

Atividade Prática 1

Enumere cinco frases positivas que você fala para si mesmo todos os dias e cinco frases negativas.

Aqui já vão encontar um padrão sabotador.

Atividade Prática 2 – Passos para a mudança

CONSCIENTIZAÇÃO – Escreva as frases que você ouvia sobre o assunto, relativo ao seu padrão sabotador detectado, quando era criança.

ENTENDIMENTO – Escreva sobre como essas frases vêm afetando a sua vida até hoje.

DISSOCIAÇÃO – Você percebe que esses pensamentos representam apenas o seu aprendizado passado, que eles não são parte de você. Sim! Você pode mudar!

Gosto de dizer que no Jogo da Vida, podemos dar RESET e RESTART sempre que detectarmos padrões que estão nos impedindo de fluir.

Não adianta apenas limpar a mente de pensamentos negativos (reset), precisamos colocar novos pensamentos referentes aos padrões que queremos, por exemplo, positivos (restart).

Eu desejo que agora, toda vez que você falar algo negativo ao seu respeito, ou tomar uma ação ruim, se colocar em posição de vítima ou for reclamar sobre alguma coisa que dê um CLICK bem grande na sua mente e te faça parar para pensar e agir de uma maneira melhor.

Por hoje foi isso, um pouco sobre mentalidade, que é a base para a mudança de vida, temos muito mais a saber, vários nós a desatar ao longo dessa jornada. São inúmeras as informações guardadas na nossa bagagem (inconsciente) que devemos ir transformando. Em constante evolução seguimos…

Então, caros leitores, vamos expandir nossos horizontes! Nós podemos sim, ter uma vida maravilhosa, repleta de amor, alegria, harmonia, dignas de um Ser Divino e viver divinamente.

Lembrem-se sempre o mundo interior cria o mundo exterior.

De Essência para Essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!

Uma nova jornada começa hoje

Obrigada por estarem comigo!

Conforme crescemos em conhecimento, nosso universo parece aumentar junto conosco, tomando a medida de nossa nova constituição. A sabedoria liberta.

do Livro A Santíssima Trinosofia

lamp

Queridos amigos,

Gostaria de deixar registrado nesta data que finalmente, me libertei das minhas amarras e dei início a um sonho que estava guardado há muito tempo.

Tenho me dedicado ao autoconhecimento e a um entendimento maior sobre a vida e seus mistérios e gostaria de compartilhar com vocês, pois enquanto me aprimoro posso ajudá-los também nesta jornada.

Principalmente, aos millennials que possuem incrível capacidade mas em sua maioria, encontram-se perdidos… Pude verificar através das minhas andanças.

Eu costumava ter uma mania de perfeição, onde tudo teria de estar perfeito para depois ser executado, mas isso só nos leva a procrastinação e pensamentos autodestrutivos, portanto COMEÇAR é a palavra de ordem. COMECE aquele seu sonho engavetado há anos, dê o primeiro passo da maneira que estiver, com medo, com poucos recursos, apenas saia da inércia, saia do lugar e tudo se movimentará com você e cada pequeno detalhe irá se encaixando em momento propício.

Desde pequena, sempre fui muito curiosa, sempre quis saber o porquê das coisas funcionarem de tais formas, nunca me conformei em fazer por fazer, eu sempre queria saber o motivo e eu cresci e nada mudou, continuei me indagando do porquê as pessoas fazerem o que fazem, por que mentem? Por que fazem o que não gostam? Por que gastam sua energia em coisas irrelevantes para elas? A vida é mais, muito mais.

Eu, com alma de artista, sempre senti a vida de modo diferente e fui em busca das respostas, sempre anotando tudo e refletindo sobre cada acontecimento.

escrever

Depois de algum tempo reli agendas antigas, de quando ainda era pequena e pude perceber quanta sabedoria estava intacta em um ser que ainda não havia sido tragado pelas dores mundanas. E continuei lendo os relatos até o momento em que este ser que vos fala, se perdeu… Tomou todas as dores do mundo e se esqueceu de sua essência e começou a agir no piloto automático, mas felizmente, não deixou de anotar seus infortúnios e desgostos para que mais tarde, pudesse ser relido e fizesse todo o sentido.

Então queridos, quero falar com vocês da maneira mais compassiva e franca que eu puder, deste ser que já andou na escuridão e depois totalmente na Luz e descobriu que o caminho do meio é o melhor rumo a seguir.

Gratidão imensa a todos aqueles que têm me apoiado e me incentivado e daqueles que encontrei pelos caminhos da vida e disseram: Nossa, por que você não escreve sobre seus conhecimentos? Você tem algum site que eu possa visitar? Como posso ficar informado sobre o que você tem a dizer? Gosto do jeito que você explica sobre o assunto. Isso me fez ter mais certeza de que tenho conteúdo relevante para passar e de forma agradável. Vocês ajudaram para que esse sonho se fortalecesse e viesse a se concretizar.

E vocês, amados leitores? Se perderam? Se encontraram? Estão no processo? Sintam-se à vontade, caso queiram relatar.

Vamos juntos (re)conhecer o Ser Divino que somos, nossa Essência e manifestar um mundo melhor, viver uma vida consciente é viver divinamente!

De Essência para Essência,

Laudi Atman.

Caso queiram contribuir com o crescimento do blog e…

Se assim como eu, adoram viajar, tem descontinho em estadia pelo Airbnb AirbnbLaudi

Precisam de acessórios para realizarem seus sonhos, comprem na minha lojinha MagicVita

Se tiver algo que te interesse nos meus desapegos, garanta já no EnjoeiLaudi.

Muito obrigada!