A ansiedade é um preço que pagamos por tamanha liberdade

A ansiedade é a vertigem da liberdade.

Søren Kierkegaard

Vivemos bombardeado de informações que vem de todos os lados com tamanha facilidade, imagens, vídeos, textos, áudios… se queremos saber sobre algo, basta um clique e temos tudo na palma da nossa mão. Nunca foi tão simples ter conhecimento.

A partir disso e de nossa autoconsciência, a ansiedade se faz presente. Pois temos o poder da escolha e temos incontáveis opções. Podemos ser o que quisermos, fazer o que quisermos, basta escolher e seguir a direção, mas diante de tantas possibilidades enlouquecemos, justamente por saber que podemos, temos o poder, gostamos dele, mas temos medo do desconhecido ao qual ele nos leva.

As pessoas até brincam dizendo para tirar o livre arbítrio porque elas não sabem usar, e é justamente isso que gera ansiedade, porque nós só precisamos escolher e seguir, são várias portas e cada porta abre mais portas, são infinitas possibilidades e talvez só de ler isso, você já esteja em uma crise de ansiedade hehe

Isso nos remete ao simbolismo de Adão e Eva, ao comer o fruto proibido do conhecimento, não ficamos cientes só do bem e do mal, mas da liberdade, ter consciência de que cada escolha leva a um caminho desconhecido diferente e são infinidades possíveis e ao termos o poder da escolha, arcamos com as consequências que elas nos impõe.

Então, basicamente, devemos aprender a conviver com a ansiedade, não podemos viver em um mundo fantasioso, onde nada acontece e está sempre tudo perfeito, aí estaríamos estagnados e em desespero, pois o ser humano precisa de desafios.

Diariamente, fazemos várias escolhas que acarretam consequências e precisamos aprender a lidar com isso, estando consciente, estando completamente presente no AGORA para poder tomar as melhores decisões que o momento pede.

A mudança existe, tudo na vida é impermanente e devemos aprender a seguir o fluxo da vida, aceitar as mudanças, estar aberto às possibilidades, fazer escolhas, caminhar com determinação.

Temos autoconsciência para isso, para sabermos para onde ir. Em determinado momento você percorre em uma estrada, planta, colhe os frutos, encerra o ciclo, escolhe outra estrada e continua a jornada.

Precisamos enxergar como uma vantagem, temos a liberdade de escolher! Basta parar, refletir, focar no que realmente se quer e ir tomando decisões apropriadas e resultados vão aparecendo, isso é bacana.

O desafio é aprender a usar a ansiedade da liberdade ao nosso favor. Tenha foco, esteja presente, acalme-se, tome decisões com sabedoria e discernimento, saiba o que é mais apropriado para o seu momento, tenha bem claro o que você quer e o que não quer e VIVA!

Podemos escolher ficarmos parados no mesmo lugar, na estagnação, sem nenhuma novidade por achar que é melhor saber tudo que vai acontecer (o que é ilusão, nunca se sabe na verdade), mesmo não estando mais motivado, caindo no desânimo, dia após dia, se entregando aos braços da depressão, ou…

Abrir a porta que nos leva ao desconhecido, que pode nos gerar ansiedade pelo medo do novo, mas que pode nos presentear com surpresas que jamais imaginaríamos que seria tão bom para o nosso desenvolvimento pessoal e humano.

A ESCOLHA É SUA! VIVA A VIDA!

De essência para essência,

Laudi Atman.

Caso queira compartilhar alguma dificuldade sua comigo, estou aberta a ouví-lo por aqui. Sinta-se à vontade em me contatar!